31 dezembro 2010

Retrospectiva 2010


Retrospectivas são coisas estranhas, você começa a olhar pra trás e ver as coisas que passaram e eventualmente você sente meio que um vazio no peito por pensar que podia ter aproveitado mais certos momentos, ter falado, ter feito coisas diferentes. Mas o clima de ano novo não é pra ficar mal e sim de curtir e botar metas para o ano que tá chegando, mas isso -de metas- fica pro post do dia de amanhã.

Hoje eu vou listar alguns dos posts que mais marcaram o blog esse ano, seja por um motivo ou outro.

. Guardians of Sorrow. Primeiro Photoshoot do ano.
. supercell feat. Miku Hatsune: World is Mine. Primeira Figure do ano.
. Top 10 Personagens Femininos.
. O Quê Inspira Você?
. Yoko Fanservice. Photoshoot com o maior número de comentários até agora.
. Hatsune Miku e as Crianças. Vídeo mais polêmico da Miku... ever!
. Entrevista pro JCast.

E foi isso, claro que tiveram outros posts interessantes e outros posts que eu gostei muito de escrever mas estranhamente as pessoas preferem não comentar, ou talvez por os posts normais não serem legais.

Valeu pelo pessoal que sempre visita e comenta, e obrigado também as pessoas que visitam o blog por ele ser um blog porco, nojento e idiota. Afinal, agradar a todos é impossível.

Feliz Ano Novo!! Feliz 2011!!

29 dezembro 2010

Photoshoots de 2010

Fim do ano chegando e começa aquele negócio de retrospectiva. Todo mundo faz e porque eu iria contra a corrente? E é bom ter visto a quantidade de coisas que aconteceram e eu eventualmente tirei foto. Meu foco ainda é pessoa, mulher e bonita. Mas hoje em dia eu já venho observando e olhando outras coisas com mais cuidado que antigamente eu nem pensava em ver.


O ano foi excelente, tudo bem que eu queria ter fotografado bem mais. Poderia ter feito isso, mas um dos grandes problemas desse ano foi a falta de empolgação. Eu não culpo nenhum dos cosplayers mas sim a mim mesmo por não ter tomado iniciativa certas horas, ter corrido atrás e ter arriscado como eu arriscava quando eu comecei. Meio que entrei em uma zona de conforto, por isso que ano que vem eu vou variar, tentar coisas diferentes que podem ou não dar certo, mas pelo menos eu poderei chegar no final de 2011 e olhar e ver que valeu a pena as experimentações.

Quero agradecer a todos os cosplayers ou modelos pela paciência e pela boa vontade de terem me escolhido pra essas sessões. Agradecer também o apoio do pessoal que sempre incentiva também. Valeu mesmo!

Mahou Shoujo Lyrical Nanoha The Movie 1st



Nanoha sempre foi um anime que eu assisti e gostei, mas nunca me marcou muito. Na verdade a terceira temporada eu meio que ignorei e a primeira eu achei legal, porém a segunda é a que eu verei novamente e novamente sem nenhum problema.




Mas ai veio o primeiro filme, meio que, pra recontar como tudo começou e como a Nanoha e a Fate se conheceram mas será que ele foi bom?

A resposta é sim! Um grande e sonoro sim!!

Pra quem não conhece a história por trás da série, ela pode ser resumida assim: Menina encontra bichinho que fala e ele ensina ela a ficar pelada durante a transformação e ela ganha uma arma que fala inglês porém a menininha não sabe inglês mas misteriosamente consegue entender tudo o que a arma fala.





... armas que falam são tão Tales of Destiny... mas seguindo!

Nanoha é a menininha normal que um dia encontra esse bicho, que na verdade é um garoto e ele pede pra ela que ajude-o a recuperar umas jóias que estão espalhadas ao redor do mundo (mundo = Japão). A Nanoha que é uma garotinha super aventureira topa, lógico quem não toparia? E a partir daí ela começa a lutar contra uns monstros..... até que..... Fate aparece! A loli loira com a maior bunda dos animes, sério, de verdade, eu nunca tinha reparado o quanto os caras desenham a bunda da Fate grande (grande proporcional a idade, tamanho e japão).

Bem, a partir daí que o bicho pega nesse filme. A tensão yuri-sexual entre as duas começa a crescer da mesma forma que o Godzilla destrói Tokyo, é nesse ritmo violento e arrasador. Chega a ser engraçado a Nanoha querendo dar todo o amor que existe dentro dela e a Fate tendo que fingir um pouco de resistência e falta de interesse. Afinal, ela é loira, loli e tem bunda grande. Além dela ter a Arf, que é um bicho igual o Yuuno, a diferença é que a Nanoha tem uma fuinha, que vira um garoto de 10-12 anos. A Fate tem um cachorro/lobo/mistura que vira uma gostosa de peitos grandes que adora pegar a cara dela (Fate) e enfiar no meio dos peitos dela (Arf) enquanto "consola" a pobre loli.




Voltando ao filme. Depois de muitas brigas e explosões. Alguns personagens aparecem, mas eles não fazem a menor diferença no anime, desde o Chrono, até a mãe dele que parece ter 18 anos e a mãe da Fate. Que aqui eu tenho que dar os parabéns ao estúdio por finalmente terem conseguido fazer uma personagem que é mãe, pareça que tem a idade de uma mãe e não ter 18 anos e parecerem quase mais jovens que os próprios filhos (a família toda da Nanoha sofre desse pequeno problema, e olha que eles tem 3 filhos e ainda assim os pais parecem que tem no máximo 20 anos. Não quero imaginar com que idade eles começaram...).




No fim tudo da certo, o bem vence, as pessoas recuperam as pedrinhas mágicas, o mal perde........................ mas!.......... Nanoha x Fate, a cena final pra quem acha que eu peguei pesado falando de yuri com duas garotas menores de idade, prova que eu estou certo. Aquela cena me deu medo, porque a tensão entre as duas vai crescendo de tal forma que eu não ia duvidar em nada se elas se dessem um beijo apaixonado antes de acabar o filme. Eu fiquei muito nervoso.

Resumidamente o filme é foda, ver a Nanoha gritando várias vezes "Divine Busterrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr" sempre me arrepia. A Fate é foda! E quem não viu a primeira temporada (ou Nanoha em geral) eu recomendo muito o filme.

22 dezembro 2010

São Paulo + Ressaca Friends

Antes de mais nada eu não sei se esse post vai ter uma ordem cronológica correta, mas tentarei escrever com a maior quantidade de detalhes possíveis tudo o que aconteceu. E como eu não viajei sozinho, entenda que a Plu Moon está envolvida em todas as atividades super divertidas da viagem.

Pra começar, o nosso ônibus iria sair as 7:20 do Rio de Janeiro e a previsão básica de horário seria chegarmos à São Paulo por volta de 13:30 mais ou menos. E eu disse mais ou menos se não fosse lá pelas 9:30 da manhã o ônibus encostar em um lugar que eu nunca tinha visto na vida e segundos depois o motorista avisar que o nosso querido ônibus havia........ quebrado! Sim, algo com a embreagem.


Todos saltam e compram algo e alguns voltam pro ar-condicionado do ônibus e alguns corajosos ficam no tal do Café da Porteira (não era esse o nome, mas era quase lá). E com isso eu e a Plu Moon demos algumas risadas infinitas com o grupo de "roqueiros" que chegou numa van, pena que não tem foto deles. Valeria quase o post inteiro.


Também menciono o fato de pouco antes do outro ônibus chegar eu consegui quebrar a torneira do banheiro do lugar, torço pra terem consertado. E sim, o outro ônibus chegou, mas só por volta das 10:30 da manhã mais ou menos.

Tudo certo, seguimos viagem... até chegar perto de SP e começar os engarrafamentos e mais engarrafamentos. Sorte que pelo menos o clima do lado de fora do ônibus estava agradável e chovia o que deixava a paisagem mais interessante, mas isso não deixa a vida menos pior quando graças a tudo só fomos chegar em São Paulo por volta das 16:00. Sim, no fim isso gerou um atraso violento.


A gente já tava achando que havia algo de errado na viagem, mas esse tinha sido só um dos problemas. Ao chegamos no bairro da Liberdade, rumamos direto pro nosso hotel... só pra saber que haviam CANCELADO, a nossa reserva. Sim amiguinhos, o hotel cancelou a reserva. Frustração e pensamentos a mil, corremos pra um hotel próximo e por literalmente questão de segundos não perdemos o último quarto do hotel. Foi a gente entrar que 3 segundos depois surgiu outra pessoa perguntando por um quarto. E quando eu digo 3 segundos, foram quase isso mesmo! Algo tinha que dar certo no sábado pelo menos.


Depois de nos instalarmos, fomos conhecer (ou melhor, a Plu Moon foi me apresentar) a Liberdade. O tal do SoGo é muito tenso, tem uns japoneses lá de dar medo e parece que eles sairam daqueles mercados chineses ou algo do tipo em que eles dão um preço absurdo e você tem que ficar fazendo disputa de preço até conseguir o que quer.

Compramos uma cacetada de K-Drama. My Girlfriend is a Kumiho, Creating Destinies, Still Marry Me, Birth of the Rich!

Terminado a aventura lá, fomos até um mercado ali perto e pareciamos que tinhamos entrado no outro mundo. Tinha diversos tipos de pessoas lá, desde japoneses falando japonês, alguns americanos e espanhóis também. Além de nós representantes do RJ... que por sinal pareciamos crianças pegando todos os doces e coisas aleatórias só pra ver o que era. E lógico que com isso todo mundo olhava pra gente, nos sentimos oprimidos e como sendo minoria dentro de um mercado..... MAS! Ao irmos pagar as compras eis que lá estava ela... a japa mais WTF DO PLANETA! Te juro! A garota era branca igual neve, fala engraçado igual aquelas personagens de novela, era pequena, era bonita e ainda ficava falando umas coisas que me deixaram sem reação.


Ela chega pra outra caixa do mercado e pergunta:
- Quer pouquinho d´água?

Eis que a outra responde prontamente que 'sim'.

Nisso a menina de mentira me pega a tampa da garrafa e enche de água e dá pra ela e fala 'tá aqui pouquinho'. Sério, nessa hora eu não sabia se rolava no chão ou chorava.

Depois fui entender que era água pra ajudar a contar dinheiro e não ressecar os dedos, mas na hora vendo ela oferecer a tampa com água foi épico.


Finalizado o mercado, nós passamos por uma rua que eu juro que saiu diretamente do "Aventureiros do Bairro Proibido" aonde acontece o Embate Chinês no começo do filme. Era idêntica! Mas o gênio aqui esqueceu de tirar foto.

E já repararam que mesmo estando na Liberdade as minhas duas citações foram de Chineses? Acontece.

Hora da janta e ai sim fomos a um restaurante de comida japonesa (Kari Ya), perto do metrô.



Dia 2 começou sinceramente comigo ouvindo o caminhão de lixo. Mas foi bom acordar um pouco mais cedo e preparar tudo pro Ressaca Friends. Mas antes fomos dar uma última volta na Liberdade, finalmente pude ver guarda-chuva transparente ao vivo! Sério, meus sonhos de ver coisas 2D em 3D viravam realidade. Só não comprei porque fazia um puta sol e não teria aonde guardar o sujeito o resto do dia.


Mais a frente perto do metrô compramos o tal do Melona, aquele sorvete... coreano(?) e chegando na feira de domingo era hora de outro sonho 2D virar 3D real. Basicamente inspirado em animes da KEY, quer era comer Takoyaki!


Descobri que não existe só Takoyaki de polvo e sim de camarão também. Mudou minha vida! Agora falta só Taiyaki... um dia eu como você maldito doce em forma de peixe.

Evento bolado, tava na hora de ver como estava o evento em São Paulo desde a minha ida no Anime Friends em 2008. E tava... cheio pra cacete, o lugar era gigantesco mas a quantidade de pessoas era bem proporcional ao tamanho. Fora o calor, mas lá era bem mais agradável do que o horrível Anime Family daqui.

Tinham alguns bons cosplays, mas nenhum excepcional. Encontrei o Remy, a Lilithy e o Ricardo Yagi que eu não conhecia. Ele foi outra vítima das minhas perguntas maldosas do tipo "o que tinha de foda aqui?". E ele teve que reconhecer que apesar de terem uns cosplayers muito bons, cito aqui a Lola de Jessie (Pokemon), o Mãozinha de Androide 16 (DBZ), alguém que eu não sei quem era de Alucard (Castlevania) e uma dupla de Lightning e Sarah (FFXIII). O resto era tudo muito sem sal e nada demais. Não eram ruins, mas não eram de encher os olhos.


Evento terminado, voltamos ao hotel e pra finalizar a nossa estadia lá... ainda levo um puta susto com uma das lâmpadas do quarto explodindo. Me senti em um hotel amaldiçoado... mencionei que a porta do quarto fazia barulhos estranhos também? Sim, hotel foda!

Chegamos na rodoviária e catamos o primeiro ônibus de volta pro RJ, que novamente, tecnicamente éramos para chegar no Rio de Janeiro por volta das 6:30 da manhã... mas o que acontece? Só chegamos por volta das 9:15 da manhã. Agraço ao trânsito da nossa cidade por me fazer sentir em casa muitas horas antes de por os pés no chão.

Em resumo a viagem foi foda, eu me senti muito mal saindo do hotel já que queria poder ficar mais alguns dias e conhecer mais coisas. Mas eu espero voltar lá mais vezes ano que vem e conhecer mais pessoas e fazer algumas sessões de foto também.

99% das fotos do post foram tiradas com ou pela Plu Moon, já que eu não tive culhões de levar a minha máquina na rua.

Girl's Work Anime

Depois da notícia de ontem sobre o Fate/zero, hoje mais uma da TYPE-MOON foi confirmada que irá virar anime.


Girl's Work, ao contrário do resto dos jogos da empresa não foi escrita pelo Kinoko Naso. O estúdio responsável pelo anime será novamente o ufotable.

E como o jogo ainda não foi lançado pouca coisa se sabe sobre a história. Mas é algo tipo Shinjuku misturada com Paris, ou algo desse tipo.

21 dezembro 2010

Fate/zero Anime

De acordo com o último número da TYPE-MOON Ace, a versão animada do Fate/zero foi liberada para produção e o ufotable é quem irá ficar a cargo da produção.

Reimu Hakurei - Nemu Matsukura Ver. 1/8

Hoje começaram os pre-orders pra essa figure da Reimu que na minha simples e humilde opinião... está completamente foda!


A previsão de lançamento dela é só pra Maio de 2011 e custará 6,800 Yen. O que é um preço excelente, ainda mais por uma figure da Kotobukiya.

20 dezembro 2010

5º Tsundere Melhores do Ano

Honestamente e com toda a força de vontade que existe dentro da minha pessoa, eu não queria fazer esse post. Mas ao mesmo tempo que eu não quero, eu não queria perder a oportunidade de tentar lembrar dos bons animes que eu assisti esse ano. Em 2010 a qualidade de muito anime pra mim foi bem duvidosa e eu não assisti tanta coisa como eu gostaria de ter assistido, ainda assim eu busquei forças pra juntar alguns prêmios pra alguns animes que se destacaram nesse ano que passou.

Lembrando que: eu só irei comentar de anime que eu assisti inteiro ou o suficiente pra conhecer a história quase toda. Com exceção de prêmios musicais.

# Melhor Anime - Durarara!!


Eu não tinha muitos competidores, sejamos honestos. Nenhum anime foi absurdamente foda em todos episódios, mas Drr!! conseguiu manter uma linha de história interessante durante todos os episódios, a narrativa e os personagens eram interessantes desde o primeiro segundo quando começava a abertura até o final do último episódio. Izaya, Shizuo, Mikado, Celty, Anri, Simon... e por ai vai.


# Melhor OST - Angel Beats!


Maeda Jun, não tem muito mais o que dizer. Em um ano de coisas sem inspiração na parte musical, é bom ver alguma trilha que tenha músicas instrumentais boas, que façam tanto você relaxar quanto te deixam mais pensativo ou triste.


#Melhor OP - Theatre Brook - Uragiri no Yuyake (Durara!!)


Alguém tem alguma dúvida? Sabia que não. Música me deixou empolgado o suficiente pra cantar e gravar um vídeo, e acho que foi a única música no planeta que me fez fazer isso.


# Melhor ED -

Nada me agradou sinceramente. Tiveram boas músicas, mas nada que me chamasse a atenção em termos de animação e música ao mesmo tempo.


# Melhor Personagem Feminino - Trigêmeas Marui (Mitsudomoe)


Épico, épico! Cada domingo era épico, eu podia tá deprimido que eu rolava no chão rindo. Eu podia tá feliz que ia rolar 10x mais no chão e me mijar de rir. Eu não ia ser escroto e dar o prêmio a uma só delas e se desse seria injusto já que cada uma delas é sensacional!


# Melhor Personagem Feminino Secundário - Akai Ringo (Ookami-san to Shichinin no Nakama-tachi)


Cara de boazinha, coração envenedado, odeia que roubem o posto de loli oficial do anime e ainda sabe usar de todo o seu poder de loli para conseguir o que quer com os outros.


# Melhor Personagem Masculino - Takashi Komuro (High School of the Dead)


Personagem macho, não foge da raia. Deixa as meninas molhadinhas, usa boobs pra disparar fuzil, líder natural.


# Melhor Personagem Masculino Secundário - Hideki Hinata (Angel Beats!)


O cara que me fez chorar. Tenso, ele nem era muito importante, mas tava sempre lá no anime, até que vem o episódio em que eu mijo de rir com ele e os testes e depois caio em depressão com ele ajudando a Yui.


# Melhor Enredo - Durarara!!


Vale mais ou menos a explicação de porque ele foi o melhor anime. Apesar da história no começo não fazer sentido algum, aos poucos eles vão fechando aos poucos as pontas de tudo o que no começo não fazia sentido algum e que assim como o Izaya jogava aquele Xadrez maluco dele, no fim tudo acaba sendo alguém manipulando alguém (ou alguns) por trás dos panos.


# Melhor Estúdio -

Honestamente nenhum me agradou, nenhum me encheu os olhos ao ponto de eu repetir alguma cena só pra ver o quanto ela ficou foda.


# Melhor Dublador - Satomi Arai


Basicamente pelo trabalho dela narrando o Ookami-san. As tiradas dela e o jeito dela narrar todos os episódios é absurdamente demais. Eu casaria com a voz dela.


# Melhor Episódio - Angel Beats! Episódio 10



Não tem muito o que dizer. Quando a coisa é foda, ela é foda.

17 dezembro 2010

Final Fantasy Dissia 2 Trailers

Eu nem sei se isso é novo ou não, mas como o Dissidia foi o único jogo de PSP que eu joguei muito (quando peguei emprestado), eu até fiquei feliz de ver esses trailers do segundo.





Claro que é um mais do mesmo, mas ainda assim parece ter algumas coisas novas e personagens novos maneiros. Fora o tal do Assist que deve deixar o jogo mais rápido.

1/8 Maxima

A Kotobukiya começou hoje os pre-orders pra Maxima, do jogo Shining Hearts.


A figure tem data de lançamento pra Março de 2011 e pelo preço de 6,800 Yen.

Ela é até bem bonitinha, mas acho que fica pra quando ela cair de preço, já que a figure da série Shining que eu mais me arrependo de não ter comprado é a Kureha.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails