21 abril 2010

To Aru Kagaku no Railgun

É a primeira fez que eu faço um review depois de ter feito um micro-comentário do episódio 1 a mais de um ano atrás.

Por algum motivo eu só assisti ao episódio 1 na época e nunca mais lembrei da série, até que vendo algumas imagens aqui e ali eu resolvi dar outra chance a série e eu devia ter feito isso a tempos atrás.

Ainda mais que já no episódio 2 tem uma das cenas que eu mais ri na série inteira, afinal a Kuroko sempre faz o favor de trazer risadas das situações mais absurdas possíveis como a que está aqui embaixo.



Mas bem, falando do anime em si e para os 0,5% que ainda não viram e estão tão atrasados e errados quanto eu em não terem visto o anime na hora que ele saiu eu (tento) explico sobre o que ele se trata da maneira mais confusa e sem concordância possível.

Pra começar, esse é um spinoff do To Aru Majutsu no Index e põe em primeiro plano a Misaka Mikoto, uma das sete Level 5 que moram na cidadezinha que é quase o mundo do antigo Rival Schools (alguém lembra do jogo?) que é basicamente uma cidade aonde as crianças vão para tentar desenvolver seus poderes e treinar em como usá-los. E a Misaka tá lá, mas claro que o anime não seria bom se fosse só ela lá parada olhando pro tempo, e é por isso que entra em cena a Shirai Kuroko que é uma das personagens mais absurdas e loucas que eu consigo me lembrar, os ataques de paixão/ciúme/drogas que ela tem pela Mikoto são totalmente lendários.

O vídeo abaixo não me deixa mentir.





E como já devem ter notado eu sou fã dela, mas lógico que a Mikoto que proporciona os momentos mais interessantes do anime com as poucas, porém memoráveis lutas contra aqueles poucos que resolvem lutar contra a Railgun.

No meio da confusão também tem a Saten, que é Level 0, e a Uiharu, que trabalha junto com a Kuroko na Judgement, essa por sinal é algo tipo um "faz-tudo" à favor da cidade. Já que como membro do grupo você ajuda desde pessoas que estão procurando bolsas ou o que for até prender pessoas que estão usando as suas habilidades para fins ruins.

E com isso tá feito toda a introdução necessária sobre o anime. Eu recomendo pra quem não tiver assistindo muita coisa dessa temporada, ou apenas que ver algo que já tenha completo. E antes que eu esqueça, eu quase não botei nenhum clipe da Misaka mas isso está resolvido aqui abaixo.





4 comentários:

Anônimo disse...

Eu achei Railgun bem interessante, mas levei uma década pra assistir.. quando tava passando na televisão, eu pensei em assistir, mas a preguiça bate mais forte. É bem melhor que Index por sinal, Index foi um anime que eu não consegui terminar.

Mas então, pensa em comprar a figure da Mikoto da GSC? Parece ser bem decente. :D

leandro_trunks disse...

Eu gostei do anime, da para ver de boa quando se está sem ideias do que assistir xD

mr.Poneis disse...

Wa... e eu tinha acabado de superar o fato de que terminou com 24 episódios em vez de 26...

Bom, sempre tem o manga...

E eu ainda tenho as minhas esperanças nas novel e numa futura terceira temporada...

E os dois últimos podem sair em Ovas também...

Pena que eu estou apenas divagando...

até mais ver
mr.poneis

Priscila disse...

Gostei também, mas disparado, minha personagem favorita é a Saten :) Achei a personagem mais 'redonda' da série. Gostei da BiriBiri, mas acho ela super como a mistura de um heroi honrado com uma garota loli, e isso não me convenceu de forma alguma.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails