26 abril 2010

Shiki e Sheryl Photoshoot Preview

Bem, esse fim de semana foi bastante agitado e por isso nem deu pra fazer o post sobre o doujinshi que eu tinha escolhido e muito menos postar sobre qualquer coisa, mas valeu a pena já que aproveitando o feriado (praticamente uma Golden Week carioca) deu pra planejar e realizar dois photoshoots que já estavam a tempos no papel.

E enquanto as fotos não saem -admito que deve demorar um pouquinho- eu deixo vocês com alguns vídeos de acontecimentos do dia.







Agradeço a Matsuri por invadir o aeroporto comigo e por não morrer na cerca "eletrificada" durante as fotos.

21 abril 2010

To Aru Kagaku no Railgun

É a primeira fez que eu faço um review depois de ter feito um micro-comentário do episódio 1 a mais de um ano atrás.

Por algum motivo eu só assisti ao episódio 1 na época e nunca mais lembrei da série, até que vendo algumas imagens aqui e ali eu resolvi dar outra chance a série e eu devia ter feito isso a tempos atrás.

Ainda mais que já no episódio 2 tem uma das cenas que eu mais ri na série inteira, afinal a Kuroko sempre faz o favor de trazer risadas das situações mais absurdas possíveis como a que está aqui embaixo.



Mas bem, falando do anime em si e para os 0,5% que ainda não viram e estão tão atrasados e errados quanto eu em não terem visto o anime na hora que ele saiu eu (tento) explico sobre o que ele se trata da maneira mais confusa e sem concordância possível.

Pra começar, esse é um spinoff do To Aru Majutsu no Index e põe em primeiro plano a Misaka Mikoto, uma das sete Level 5 que moram na cidadezinha que é quase o mundo do antigo Rival Schools (alguém lembra do jogo?) que é basicamente uma cidade aonde as crianças vão para tentar desenvolver seus poderes e treinar em como usá-los. E a Misaka tá lá, mas claro que o anime não seria bom se fosse só ela lá parada olhando pro tempo, e é por isso que entra em cena a Shirai Kuroko que é uma das personagens mais absurdas e loucas que eu consigo me lembrar, os ataques de paixão/ciúme/drogas que ela tem pela Mikoto são totalmente lendários.

O vídeo abaixo não me deixa mentir.





E como já devem ter notado eu sou fã dela, mas lógico que a Mikoto que proporciona os momentos mais interessantes do anime com as poucas, porém memoráveis lutas contra aqueles poucos que resolvem lutar contra a Railgun.

No meio da confusão também tem a Saten, que é Level 0, e a Uiharu, que trabalha junto com a Kuroko na Judgement, essa por sinal é algo tipo um "faz-tudo" à favor da cidade. Já que como membro do grupo você ajuda desde pessoas que estão procurando bolsas ou o que for até prender pessoas que estão usando as suas habilidades para fins ruins.

E com isso tá feito toda a introdução necessária sobre o anime. Eu recomendo pra quem não tiver assistindo muita coisa dessa temporada, ou apenas que ver algo que já tenha completo. E antes que eu esqueça, eu quase não botei nenhum clipe da Misaka mas isso está resolvido aqui abaixo.





15 abril 2010

Falta de Atualizações = Provas


Depois do começo de mês extremamente atarefado com um monte de séries sendo exibidas e eu tendo que assistir e ainda fazer um review melhor do que os que eu vinha feito anteriormente me deixaram até bastante empolgado em voltar a escrever uns posts com mais texto, mas ai veio um pequeno problema: as boas e velhas provas.

Quem acompanha os meus posts bizarros no twitter sabe que eu acabo não ficando muito tempo fazendo as provas, já que no curso não tem como ter muita exigência de provas discursivas e acaba que a maioria das nossas provas são realizações de tipo de fotos específicas (Panorâmica, HDR, Lightpainting, etc.. etc...) mas o que não significa que não seja tão complicado quanto estudar pra alguma prova, já que conforme o tempo vai passando já não dá mais para usar a desculpa de que você ainda tá começando e por isso a foto saiu ruim assim ou assado, e é por isso que as vezes uma tarefa que seria algo simples e fácil acaba se tornando uma maratona de acertos e correções no Photoshop, tudo por causa da preguiça inicial.

Tudo bem que eu tento não ser assim, mas o problema é que você não faz só pra você. Você tem que acabar ajudando os outros que não conseguem e acabam empacados e apesar de tudo, essa é a parte mais interessante já que ajudar os outros acaba ajudando a você mesmo na hora de fixar tal coisa, pelo menos funciona pra mim.

Então eu peço desculpas pela decaída nas atualizações, eu tenho alguns posts já meio-escritos e falta finalizar os mesmo e também tenho dado uma olhada em alguns templates novos já que depois de quase 4 anos postando sempre no mesmo eu tô começando a ficar ligeiramente cansado dele, não que o atual seja ruim mas é que certas horas ele fica bem limitado, principalmente nos vídeos mais atuais do youtube que são em widescreen e o espaço que é limitado pra texto/imagem/vídeo acaba não conseguindo mostrar todo o vídeo e isso é bastante irritante.

E por último mas não menos importante, vai aqui a lista de tudo o que eu venho assistido atualmente, independe de ser anime ou não.

Anime
Durarara!!
B Gata H Kei
Kissxsis
Hakuouki
Arakawa Under the Bridge
Heroman
K-ON!!

Séries US
Big Bang Theory S03
Supernatural S05
V 2009 S01
Vampire Diaries S01
American Next Top Model S14
America's Best Dance Crew S05

Infelizmente não tem nenhum Dorama na lista, mas isso deve mudar em breve. E fazia tempo que eu não acompanhava tanto anime assim, mas o único da lista que eu assisto assim que sai ainda é o Drrr!! já que -eu posso tá enganado- esse com certeza será o melhor anime do ano.

E eu lembrei agora que eu não assisti o anime da Biribiri, vale a pena?

12 abril 2010

Kuuki Ningyou












Eu demorei mais tempo pensando em como começar a falar sobre o filme do que falar sobre o filme em si, já que enquanto eu assistia eu já foi bolando mais ou menos eu poderia falar sobre e como explicar o quanto o filme é bonito.

E uma maneira que eu achei de explicar como é o filme em pouquíssimas palavras é: Chobits do nosso tempo.

Tudo gira em torno da Nozomi que é uma boneca inflável (as clássicas Candy Girls japonesas) que derepente um dia ganha vida e percebe que tem um coração. A partir daí ela começa a explorar as ruas e as pessoas que passam por ela. É engraçado ver as primeiras reações dela as pessoas e as descobertas de certas palavras e como agir em certas situações que para certas pessoas parecem tão corriqueiras mas que para alguém que nunca vivenciou elas é algo totalmente especial.

Conforme ela vai explorando as ruas, ela acaba caindo em uma locadora e começa a trabalhar lá ao mesmo tempo que ainda precisa fingir para o seu dono que é apenas uma boneca. É engraçado ver que ela se preocupa em ser o mais humana possível quando ela está fora de casa, até se preocupando com maquiagens e roupas e quando ela volta para casa antes do dono ela se porta como apenas um objeto para satisfazer os desejos das pessoas.

Depois da primeira metade do filme é que as coisas ficam mais interessantes e ela começa realmente a ficar cada vez mais humana, só que por ela ter quase nenhuma experiência de vida, ela acaba acreditando em tudo o que ela houve, inclusive quando as pessoas dizem que elas são tão vazias por dentro quanto ela e isso acaba gerando uma das cenas mais tristes do filme todo.

Eu poderia continuar a falar do filme mas eu tenho certeza de que daria uns spoilers mais pesados e que acabariam com todo o prazer de ver o filme. E por mais que o tema do filme seja sobre bonecas infláveis, a bem pouca nudez e você acaba até vendo as poucas cenas de sexo como algo quase estranho já que você não consegue esquecer que a Nozomi na verdade seria um pedaço de plástico e não uma humana.

Assistam sem medo, fazia tempo que eu não via um filme Japonês tão interessante e que fizesse por pelo menos alguns minutos pensar sobre toda a situação que é explorada no filme e dos personagens.

11 abril 2010

RAINBOW: Nisha Rokubou no Shichinin #01












Agora sim um anime que fez meus "preciosos" 20 minutos serem extremamente bem gastos. O anime é muito foda!

O enredo gira em torno de 7 presidiários e como um depende do outro para suportarem os duros anos na prisão e como as vezes a amizade lá dentro é tudo que se pode contar.

O anime antes de começar já exibe um aviso de que ele é bem violênto e apesar de não ter litros de sangue, certas situações são bem não-típicas, por assim dizer.

Vale muito a pena pra quem quiser um anime mais dark, sério e que pode chocar.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails