04 fevereiro 2010

Fotografia de Cosplay... é hobby?

Bem, eu tava com a idéia de fazer esse post já tem um bom tempo mas nunca tive o ânimo necessário pra sequer organizar as idéias e colocar tudo em ordem pra tentar montar um post no mínimo legível, mas depois de muito pensar eu ainda não consegui organizar tudo o que eu gostaria de falar, mas lendo certos acontecimentos na área cosplay em outros países eu acho que também posso subir no bonde e dar a minha opinião sobre como andam as coisas aqui.


WARNING: Antes de mais nada eu vou dar o meu ponto de vista do cenário cosplay carioca com base nas pessoas que eu conheço, nas coisas que eu ouço e vejo. Então caso o meu ponto de vista seja diferente ou totalmente errado, entenda que é opinião do dono do blog.


Nesses pouco menos de dois anos que eu entrei de verdade como fotógrafo de cosplays aqui no Rio eu já vi praticamente de tudo um pouco, desde o lado bom até o lado que eu preferia nunca saber que existe. E eu também lembro de ter começado a fotografar cosplays por achar que todo o processo seria um lindo campo de flores de primavera (HardGay detected), mas mal sabia eu que depois de analisar calmamente tudo não passa de uma CG e que a verdade é muito mais cruel, mas ainda assim tem seus pontos positivos.

Vou começar pela parte boa que seria a que a maioria (ou foi no meu caso) de conhecer mais pessoas, eu sempre fui de poucos amigos e poder juntar a chance de fotografar as pessoas vestidas de cosplay E que tem os mesmos interesses que você é algo incrível, certo? Até certo ponto, o problema é que quanto mais amizades você faz, mas você entra na toca dos lobos. Com o tempo você começa a perceber que nem todas as pessoas se batem e você como fotógrafo acaba ficando no meio do fogo cruzado tendo que saber lidar com egos e rixas que por suas vezes podem ser por coisas bobas ou até por algo que aconteceu enquanto você não existia nesse mundo chamado Fotografia de Cosplay.

Mas vamos avançar essa história e cair no real ponto do post. Fotografia de Cosplay é um hobby? Sim ou Não?


Pode parecer besteira perguntar esse tipo de coisa já que a maioria iria pensar que a resposta correta, ou única, seria a “Sim”, afinal se cosplay já é um hobby do qual ninguém lucra nada, nada mais certo de que fotografar o mesmo também seja algo desprovido de lucro.

Mas por mais que o pensamento normal seja essa, muita gente acaba tentando ganhar seus trocados com algo que era pra ser totalmente livre de custos pra ambas as partes. O problema é que, ao mesmo tempo que eu falo isso, eu posso me contradizer com o seguinte argumento: A, mas então aquele pessoal que joga bola por hobby quando é criança não merece ganhar dinheiro se for abordado por olheiros de clubes e receber aquelas ofertas milionárias.


É exatamente ai que mora o perigo, até aonde fotografia de cosplay pode ser considerado um hobby livre de retorno financeiro? Afinal se você fotógrafo quer cobrar um valor para tirar a foto de um cosplayer, o que impede o mesmo cosplayer cobrar do fotógrafo quando é a situação inversa? Afinal é como modelo e fotógrafo, se é o primeiro que quer montar um book nada impede de contratar o segundo, e se é o segundo que está montando um portfólio nada impede o mesmo de contratar o primeiro.

O mais engraçado é que eu nunca imaginaria cobrar para tirar fotos, e olha que já me ofereceram retorno financeiro e mais de uma vez, de algo que pra mim ainda é algo que eu tenho como hobby. E só porque é um hobby também não quer dizer que eu não leve a sério tanto quanto os meus trabalhos fora do mundo cosplay.


Mas claro que nada impede a pessoa e ainda mais se ambas as partes estiverem de acordo é conseguir fazer do hobby um modo de arrecadar um pequeno extra por fora. Assim como já é algo normal no Japão durante as Comiket em que há uma área com os stands de várias cosplayers que lançam DVDs com as suas fotos de cosplay, isso é certo ou errado? A princípio eu achava que era muito estranho isso, mas conforme o tempo vai passando e as idéias vão se acertando e você também vê os outros pontos de vista, não a porque dizer que é algo errado. Afinal, se há demanda de mercado, se existe um público consumidor para esse tipo de coisa, porque não atender? E o dia que ninguém mais quiser é só deixar de comprar.

Como o futuro vai ser nesse meio? Acho que nem o Deus Japão sabe. Mas eu prefiro acreditar que ainda existe salvação pra certos pensamentos de “quero me dar bem” em algo que a princípio era pra ser só algo divertido e que tanto cosplayer quanto fotógrafo estariam juntos apenas para mostrar cada um o seu trabalho.

17 comentários:

Tanuke_sem_camisa disse...

Eu acredito que enquanto é para o divertimento de ambos ainda é um hobby,mais quando o cosplayer começa a pedir a seção ai sim ele pode ser cobrado por isso,mais quando parte de ambos deve ser pela pura brincadeira ^^

June disse...

Eu acho que cai na história do futebol... Se você tem talento pra coisa, pode sim ganhar dinheiro com isso, não é nada errado, pra mim xDDD

E tem uma coisa muito legal nesse post: mercado. Se o mercado tem demanda, porque não oferecer? Só compra quem quer, ou quem pode xDDDD

Pra mim, fotografar cosplay é um hobby, mesmo porque estou começando agora xD Mas se houver a oportunidade de ganhar dimdim com isso um dia, desde que não vá contra os meus princípios, taht's ok for me ^_^

Kissus! =*

Fellipe disse...

Como toda atividade em início de carreira, ainda há muito o que se estabelecer no meio.
Esta é apenas uma parte dentre tantas outras que são discutidas acerca do futuro das coisas.

Em se tratando de opinião, sou favorável à profissionalização enquanto houver demanda para ela. E pelo pouco que conheço, há sim!


O próximo passo é acertar os limites dessa profissionalização para que os não interessados nela continuem a curtir os seus hobbys tranqüilamente.

Mazoku Mael disse...

Verdade seja dita, muitas coisas que antes eram consideradas hobby, hoje passam a ser vistas de maneira comercial. Isso melhora o hobby em si, como as vezes piora...

Antigamente, fazer cosplay era hobby. Você fazia o cosplay puramente pelo fato de "incarnar" o personagem e se divertir pelos eventos, agindo como se fosse o próprio. Hoje em dia... vemos discussões, panelinhas, brigas, grupos que duelam com grupos, fofocas, intrigas, pessoas mimizentas de tudo, pessoas que são cheias de si, pessoas que acham que são as melhores por fazer determinado cosplay/conhecer determinada técnica de fazer cosplay e afins.

O que era pra ser divertido, reunir o povo... virou um palco de guerra!!!

Corre-corre pra fazer um cosplay foda,

corre-corre pra fazer um cosplay foda pra esfregar indiretamente na cara do rival/inimigo que fez,

corre-corre pra fazer um cosplay foda pra esfregar na cara de todo mundo do evento que é foda e sabe fazer cosplays do tipo

corre-corre pra agir com sua panelinha pra conseguir uma nota melhor, ao perceber que cosplayers X, Y e Z estão no evento e podem tomar sua colocação.

*falou mais de cosplay do que fotografia*

e obviamente, existem aqueles que gostam de tirar fotos. ahhh como gostam. E a maioria gosta de "exclusividade", então gera um rolo muito grande.

ISSO, quando não é o fotógrafo que procura exclusividade com alguns cosplayers.

Enfim, meu post foi muito longo, divergi muito do assunto, mas quem souber filtrar a informação, vai entender o que eu quis dizer.

E respondendo a pergunta do título... Sim! Fotografar cosplayers é um hobby!

Deixará de ser quando um dos dois lados começar a cobrar, seja o fotógrafo, quando cobrar não para fotos ocasionais mas para TODA e QUALQUER foto que tirar de um cosplayer, ou o cosplayer quando exigir permissão para tirar fotos... aí sim teremos algo de errado! Até lá seguramos as pontas como pudermos...

:: Luthy Lothlorien :: disse...

June, Fellipe e Mael (aliás, com um comment tão grande quanto o post todo xD), tiraram as palavras de mim, pois realmente, é isso aí!
Se você tem o talento para determinada coisa, e as pessoas gostam e seriam capazes de pagar por isso (ou seja, "demanda de mercado"), nada mais justo do que você lucrar uma graninha extra fazendo o que mas gosta e dando alegria às pessoas. No meu caso, como sou a cosplayer, a fotografada, eu vejo como uma coisa boa o fato de se começar a investir nessa área, mas claro, tudo com devidos freios na hora certa.

Não é uma corrida pra fazer um cosplay por semana, pra fazer photoshoots e ganhar muita grana, e mais e mais e mais e mais... Não é por aí, mas, se eu me dediquei a determinado cosplay, fiz o mais certinho possível, e tenho à minha dosposição um bom fotógrafo, nada de errado fazer uma graninha feliz com isso... Venda de DVDs é uma boa maneira de exemplificar isso, quem sabe assim, envolvendo grana no meio, o cosplay passe a ser visto como um hobby um pouco mais sério aos olhos de quem está de fora apenas observando, afinal eu já fui indagada várias vezes do porque gasto meu dinheiro com isso...
Faço porque amo, e se tenho a chance de fazer um lucro, ainda que pequenininho, qual o crime? hueheuheueheueheue...

Logo, fotografia de cosplay = hobby sério *-*
Ou, em outras palavras, bruincadeira de adulto. ;)

Yami disse...

Bom,eu nem tenho mais o que comentar por que cada coment aqui complementou e disse algo que eu ia dizer no fim xD
bem,mas é isso!Nada mais válido para o cosplayer que se esforçou para fazer o máximo no seu cosplay uma boa foto para valorizar e demonstrar seu hobby.E nada melhor para um fotófrafo do que mostrar de forma profissional o seu trabalho,tanto do cosplayer quanto do final de si também.E se a procura por isso é granda é justo que se cobre sim.E é bom que sejam fotógrafos dessa área se pode-se dizer assim.Eu digo isso porque é como procurar quem costure cosplay e quem não é acostumado a isso(é + difícil para ele e as vezes mais caro por isso mesmo)e acho que essa 'regra' também vale para os books de cosplay.Não é sempre assim com ambos os casos é claro!Mas existem ocorrências de profissionais não acostumados não fazer um trabalho tão bom,ou esperado talvez para um cosplay ou até mais caro por isso até já que infelizmente o hobby cosplay ainda não é tão comum assim apesar de ter se expandido muito!

grind_ disse...

Bão... O povo disse tudo, e se posso dar meu pitaco, seria concordando com tudo o que foi dito.

O que posso dizer é que sem babação de ovo, eu me decidi a pensar nisso de forma mais profissional depois de começar a visitar seu blog e ver suas fotos no deviantart.

Agora, so falta chegar as câmeras e começar a ir nos eventos, porque eu penso da seguinte forma, se quer começar a fazer algo direito tem que ser profissional desde o começo.

É possível fazer fotos razoáveis com câmeras simples, sim é !

Mas nada como uma boa câmera e um bom evento, afinal a beleza esta nos olhos de quem vê e não nas fotos que vou tirar, elas são apenas pequenos fragmentos de um belo trabalho ou um bonito momento que sera eternizado por apenas um click.

Você pode ser o melhor fotografo do mundo, ter uma coleção de leicas a sua disposição, mas... Reconhecimento é saber que uma pessoa ou ate a pessoa que foi fotografada, reconhecê e gosta do seu trabalho.

A grana e posterior reconhecimento vem disso, o resto é resultado.

Continue assim cara !

Leandro Nisishima disse...

Parabéns pela postagem.

Não sou a melhor pessoa para dar opinião de cosplay, afinal entendo muito pouco sobre o assunto.

Por outro lado, assim como já foi dito por todos, não vejo problema em lucrar com seu hobby. E isso vale para qualquer tipo de diversão, afinal os melhores resultados surgem justamente daquilo que a gente gosta.

sami disse...

Consegui ler a postagem inteira...e aqui eis meu comentário:

Sou cosplayer a praticamente 7 anos,sempre tive interesse em fazer cosplay por achar ser algo diferente (desde criança,quando era a febre de "sailormoon" eu tinha uma fantasia de Sailor)...

descobri que posso fazer amigos que se interessam pelos mesmos assuntos que eu,descobri que pessoas te parando e perguntando "posso tirar uma foto?" é algo especial (pelo menos para mim é como se fosse um grande elogio pelo esforço e carinho que tive pelo o que gosto)...

Hoje em dia ser cosplayer é apenas tirar fotos em estúdios e fazer uma apresentação de alguns minutos para ganhar fama e prêmios

Eu discordo completamente disso (não quer dizer que eu não participe), mas pra mim não é ganhar o primeiro,segundo,terceiro ou porra a 4 de algum lugar que vai me fazer feliz, o que me faz feliz mesmo é saber que posso me encontrar com os amigos,conhecer pessoas novas e ao mesmo tempo fazer algo que eu gosto.

Nunca me importei se fulana fez algum cosplay e se acha melhor que todas ou se ela é a primeira que fez o cosplay, sou muito mais fazer algo com calma para que fique do jeito que eu gosto e me sentir bem com o que estou fazendo...e acima de tudo,a diversão!

Sobre fotografia,eu acho que você tem que fazer o que gosta e acha necessário.
Se você escolheu essa área como profissão,você pode ganhar dinheiro com isso sim e não tem problema algum (e você ainda ganha experiência)...
Se você escolheu como hobby,faça o que gosta independente da opinião dos outros, porque eu sei que você gosta de tirar fotos desde quando te conheci, e se as pessoas acham que isso é "perda de tempo", pra mim perda de tempo é ficar parado e não lutar para fazer o que gosta.

Hidekee disse...

Comentaram bastante dessa vez e acho que não tenho mto a acrescentar, mas mesmo assim vou expor minha visão resumida sobre a pergunta: SIM, fotografar cosplay é hobby.

Por mais que se "profissionalize", o lucro nunca será suficiente para cobrir despesas ou esforços realizados, logo vc faz pq gosta e não pq quer "se dar bem".

Agora, se vc tem talento e quer promever/divulgar alguns cosplays bem feitos e também o seu talento, que mal há em juntar alguns cosplays e fazer um calendário, não vejo mal algum. Provavelmente os custos serão cobridos pelo lucro ou não, mas divulgar seu trabalho já é uma boa, já que se quer profissionalizar-se em fotografia, bons contatos fazem MUITA diferença.

plumoon disse...

Eu nem vou me estender mto...rs pq mta gente comentou basicamente mta coisa q eu ia falar.

Eu só axo o seguinte, muitos "fotografos" (com aspas pq nao sao exatamente craques/profissionais /experientes) estão cobrando preços bem altos por fotos q não são a altura do preço. Tá certo q se o cosplayer quiser comprar, ele compra. Cada um faz o que bem entender. Eu só axo que a vontade de lucrar tá ficando acima do justo.

Eu não pagaria por fotos de evento. Algumas equipes de fotografia de cosplay (nao vou citar nomes) fazem um belissimo trabalho, onde envolve toda uma produção, edição da imagem + locações diferentes, aí é quase como um BOOK/Photoshoot mesmo. Então realmente é compreensível cobrar. Agora fotos com fundo preto, suados de evento, onde os angulos são os mesmos, e tudo em 5 minutos (pois tem fila pra tirar foto) Axo um ABSURDO cobrar!

Quando um hobby passa a ser algo profissional, a pessoa tem q estar a altura disso.

Uma fotografa que ja tirou fotos pra capricho, todateen e para uma revista de games, me cobrou o mesmo preço de um fotografo de evento.

Axo q se fosse justo e se alguns fotografos deixassem o ego diminuir e fizessem algo mais justo de acordo com a realidade da coisa, eu seria mto mais a favor dessa "onda" atual.

Muita gente me crucifica por falar o q eu penso, mas as pessoas esquecem que opinião não é pra se concordar mas é pra respeitar, cada uma tem a sua. Cada um faz o que qiser com seu talento. Mas eu sou a favor das pessoas terem um pouco mais de noção quando tentam transformar o hobby num trabalho.

fui XD
sou mto grata a todos os fotografos q me acompanham ate hj.

offtopic (^^):
sou mto feliz de ainda existirem fotografos que fazem fotografia por amor acima de tudo e tratam os cosplayers com respeito.

Hugo <333 seu post tah foda!
e eh mto legal vc ter exposto isso e mto legal ler a opinião de todo mundo! XD

plumoon disse...

agora q eu vi..que eu me estendi ...falei pra kcete! suhshushuhsu

Pato Supersônico disse...

É bom lembrar que muitas indústrias de que existem hoje nasceram como hobby. E o que transforma um hobby em uma indústria é justamente o processo de profissionalização.

A aviação hoje, por exemplo, movimenta rios de dinheiro, mas os primeiros aeronautas (como Santos Dumont) faziam aquilo mais por diversão ou por curiosidade (aeronaves eram uma tecnologia nova, e portanto, misteriosas), e só faziam questão de ganhar dinheiro porque fazer uma aeronave custa dinheiro. Esses pioneiros tentavam vender produtos ou arranjar patrocínio para poderem sustentar o hobby.

Mas chega o momento em que um cara mais espertinho (ou visionário) percebe que aquilo pode ter um potencial muito grande de fazer dinheiro e resolve administrar aquela atividade de uma forma mais técnica, tentado tirar algum lucro daquilo. O momento decisivo é quando alguém consegue lucrar de alguma forma.

Aí, no momento em que a atividade se mostra lucrativa, é que o bicho pega.

Isso atrai para o meio pessoas que não tem afinidade sentimental com a atividade e que estão ali apenas para ganhar dinheiro. Não que isso seja ruim, afinal, muitas destas pessoas, movidas justamente pela possibilidade de lucro, investem, ou seja, injetam dinheiro para fazer o negócio crescer (no bom sentido), o que faz a atividade ganhar fôlego e dinamismo.

E na medida que o tempo passa, os hobbistas passam a ter uma atitude cada vez mais passiva. Deixam de produzir os produtos do meio (que passam a ser manufaturados) e passam a ser meros compradores. Parece uma coisa meio triste, mas se vocês pensarem bem, um profissional que se dedica a aquela atividade como seu ganha-pão inevitavelmente trabalhará bem melhor que uma amador.

O lado bom é que quem quer adquirir aquele produto e não sabe fazê-lo passa a ter opção de poder comprar algo bem-feito a um custo acesssível, e é essa acessibilidade que promove a popularização. Resumindo, eu acharia maravilhoso a crianção de uma indústria de cosplay.

Isso promove a popularização; faz com que a atividade seja vista de uma forma mais séria e respeitável; permite que novatos ingressem no meio com mais facilidade (não precisam fazer as própris fantasias nem pagar muito caro para um artesão). E acima de tudo, cria para muitos a possibilidade de se realizarem trabalhando com aquilo que gostam de fazer.

Todo mundo ganha, todo mundo fica feliz.

Pato Supersônico disse...

A propósito, embora o tema seja "fotografia de cosplay", eu falei do cosplay em si porque se nascesse uma indústria de cosplay profissional, uma indústria de fotografia de cosplay inevitavelmente se desenvolveria com base nesta, já que publicidade é algo fundamental em qualquer indústria.

lele disse...

Não sou do meio e não li todos os comentários, mas isso é uma questão de dar valor ao que você sabe fazer, não só como futebol mas também como pintar/desenhar, modelar, tocar algum instrumento, essas coisas que só faz quem sabe e gosta. E você tá buscando trabalhar na área, fazendo faculdade e tal, então já é uma coisa que pra você deve ser mais que um hobby.

As suas fotos são um serviço que você tá oferecendo. Se você não cobra, é um favor. Se isso é bom ou ruim depende do momento e pra quem é... O Zeca Pagodinho toca/canta de graça entre os amigos dele, Romário joga de graça na praia, mas eles não vão pro Faustão/Maracanã trabalhar de graça. Sei que algumas vezes você já levou bolo, ou foi em horário ruim pra você, a pessoa não era legal, etc. E aí, como tu fica?

Não é porque tirar foto é um hobby que tem que ser SÓ um hobby. Não precisa ser uma questão de querer se dar bem, mas sim de dar valor ao seu próprio trabalho.

Acho que nunca falei tão sério contigo, lol

Anônimo disse...

Pode não ter muito a ver, mas acho que PRECISA ser comentado: dvds com fotos de cosplays não faria sucesso algum no brasil. Ah não ser que, é claro, sejam ensaios ainda mais ousados do que os da plumoon como asuka.

Não estou nas que aprovam o que ela fez não; Sensual ou erotico? A finalidade para o publico é a mesma, só que um requer um pouco mais imaginação (afinal não era um nu artístico ou coisa do gênero). É hipocrisia querer colocar panos quentes, como se ninguem soubesse o que os meninos vão fazer ao ver aquelas fotos, mas cada é cada um e o corpo é dela. Se querem ganhar dinheiro, lamento "tirar a mágica da coisa". É isso, minha opinião :3

Anônimo disse...

eu pensava a mesma coisa, de dvd nao vender.mas pelo que eu conversei com ele, não é exatamente vendendo dvd's e revistas que cosplayers ganham $$ do japão.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails