18 setembro 2006

Honey & Clover II #11

Hagu está tendo o mesmo sonho que ela havia tido alguns dias atrás de que apenas uma vida não é suficiente para se realizar tudo. Ela então acorda e vê Morita ao seu lado e dá um pequeno sorriso, mas logo ela percebe que ela não está no hospital e que se ela não voltar a mão dela não irá voltar a se mecher. Ela diz que ela precisa voltar a desnhar, que se isso não acontecer ela prefere morrer, Morita tenta convencê-la do contrário mas resolve leva-lá.

Photobucket - Video and Image Hosting

No carro, Morita apenas observa Hagu, quando os dois chegam no hospital, Shuu está na entrada esperando e leva Hagu direto para o quarto. Depois que Hagu dorme, Shuu sai do quarto e Morita se aproxima e Shuu acaba dando um soco em Morita. Hagu acorda e ouve alguém batendo em sua janela, ela sorri e Morita entra, ela pergunta porque o rosto dele está machucado, e ele diz que que foi Shuu quem bateu nele, mas ele revidou 3x mais. Hagu pede desculpas para o Morita e ele diz que finalmente ela escolheu alguém. Ela pede para que ele espere por ela que ela irá melhorar, ela diz que está feliz por tudo o que ele disse para ela e que ele deveria dizer as mesmas palavras que ele disse à ela na noite passada.

Photobucket - Video and Image Hosting

Photobucket - Video and Image Hosting

Takemoto aparece e diz que Shuu irá matar o Morita se ele o ver ali, mas Morita diz que Shuu já bateu nele e que ele revidou 4x mais. Takemoto então pede para que Morita venha com ele, Takemoto mostra a sala de Shuu com tudo vazio e Takemoto explica a situação para Morita, ele diz que infelizmente não pode competir com algo desse tipo. Takemoto então se lembra de como a sala era animada quando todos ainda estavam lá.

Photobucket - Video and Image Hosting

De noite Shuu volta para o quarto onde Hagu está e antes que ele possa dizer alguma coisa, ela pede para que ele segure a mão dela, e diz que tem um pedido a fazer. Ela pede para que Shuu dê a vida dele para ela, ela diz que infelizmente não pode dar nada em troca, mas que ela gostaria de poder desenhar o resto da vida e que gostaria que ele ficasse com ela até o fim. Shuu se deita na cama e diz que ela não precisa dar nada em troca.

Hagu se lembra da sua infância de quando ela conheceu Shuu, ela chega na casa de Shuu e os pais dele (supostamente) dizem que ele já chegou de Tokyo e que está em seu quarto. Hagu corre até lá e encontra Shuu dormindo. Ela se lembra como o quarto dele era agradável, o cheiro dos livros, os cadernos de desenho e as estantes com manchas de tintas. Ela diz que ama a chuva, que quando chove parece que o mundo está se curando, as montanhas, as árvores e inclusive ela. Quando a mãe de Shuu chega dizendo que tem melancia para comer ela encontra os dois dormindo juntos. Hagu diz que Shuu é igual a chuva, sempre que ele o vê, ela fica mais feliz e sempre que ela está perdida ele à ajuda. Ela diz que o Shuu deve ser a chuva dela e que quando ele está com ela, ela pode respirar fundo e crescer mais e mais como as árvores e a grama e termina dizendo que ele é a pessoa mais importante para ela.

Photobucket - Video and Image Hosting

Photobucket - Video and Image Hosting

No dia seguinte, Morita e Takemoto estão dormindo no chão, e Morita pergunta se é madrugada ou entardecer, Takemoto não sabe dizer, Morita então diz que é melhor eles irem comer e que hoje ele paga. Os dois param para comer na frente de um rio e Morita comenta o quanto ele brilha, que isso chega a ser ofensivo e Takemoto diz que por causa disso só pode ser manhã.

Takemoto diz que Hagu estava certa por não escolher alguém como ele, e que foi mais correto escolher o Shuu. Morita pergunta por quê ele está assim tão calmo como se já soubesse de tudo e pergunta se ele não está magoado. Takemoto diz que está muito, mas que não importa o que nenhum deles dois poderia fazer ela feliz.

Os dois começam a brigar e Morita diz que ele -Takemoto- foi rejeitado a séculos atrás, mas Takemoto diz que está muito feliz em saber que ele -Morita- foi rejeitado também, que ele -Takemoto- não conseguira imaginar Morita roubando Hagu. Takemoto diz que ele não tem nada, nem dinheiro e nem talendo, mas que está feliz por ela ter escolhido o Shuu. E que ele prefere ter perdido por compaixão e honra do que por talendo e dinheiro.

Photobucket - Video and Image Hosting

Morita se pergunta que talento é esse que ele diz, e acaba levando um soco de Takemoto. Ele se lembra que talento é algo que as pessoas amam e odeiam. E que no fim acabam esquecendo. Ele diz que queria que tudo o que ele fez terminasse, e que por isso que ele havia procurado a Hagu, para carregar ela junto com ele, que ela era só uma saída e que ele é uma pessoa horrível por fazer isso. Ele então pergunta para Takemoto se Shuu é o único que pode faze-lá feliz, e que ele sabia disso desde o início. Nessa hora eles são interrompidos por dois cachorros que querem participar da briga também e uns senhores dizem que a adolescência é ótima. Morita e Takemoto desconversam e dizem que tudo isso foi um treino e que eles já estão voltando para a escola.

Photobucket - Video and Image Hosting

Shuu acorda e ouve um barulho na porta, quando ele abre a porta tem uma caixa e os dizeres "Ajude-a a melhorar não importa o quê" e dentro da caixa uma pilha de dinheiro. Morita está indo embora quando Shuu abre a janela e joga a caixa de volta pra ele. Ele diz que pegou apenas um pouco de dinheiro e que irá devolver, mas que ele vai devolver só o dinheiro e não a Hagu. Morita diz que não é o fim, e Shuu diz irá se lembrar e que ele vai conseguir fazer ela desenhar novamente e que o Morita não precisa se preocupar. Morita então pergunta se ele ama a Hagu e Shuu diz que é apaixonado por ela, mas ele não sabia que Yamada estva logo atrás dele. Todos na faculdade ouvem e ficam felizes e resoflvem celebrar.

Um comentário:

4tt disse...

nem li ;/

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails